(11) 3383-1200
(11) 96648-6021
 › 
 › 
Peru

Viagem para Peru

O Peru é um país de tesouros escondidos. Da magia de Machu Picchu aos vulcões e cânions do Vale do Colca, o lugar parece ainda omitir muitos mistérios. A tarefa do viajante que deseja desvendar esses segredos pode ser dificultada pela altura, é verdade - algumas cidades estão a dois mil metros de altitude acima do nível do mar. A recompensa para quem decide se aventurar, no entanto, é alta: os povoados são encantadores, as paisagens cênicas. A cultura peruana transcende os vales, lagos e praias.
Quando Viajar?
jan
fev
mar
abr
mai
jun
jul
ago
set
out
nov
dez
Melhor época
Boa época
Época não aconselhada

Lima, a capital do Peru, é uma cidade encantadora e de muitas qualidades! O caos à primeira vista engana. A cidade é dona de joias culturais, que vão de restaurantes no animado distrito de Miraflores a templos centenários bem no meio da cidade. Comece o roteiro pelo centro histórico da cidade, declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Na Praça de Armas você encontrará símbolos arquitetônicos da cidade, como a Catedral, o Palácio do Governo, o Palácio do Arcebispo e o Convento de San Francisco. E que tal uma pequena parada no Museu do Chocolate e Pisco com direito a degustação? Com certeza a experiência degustativa deixará o passeio ainda mais delicioso. Também não deixe de conhecer o convento de Santo Domingo, declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco e o Museu Larco, com uma incrível coleção de tesouros do Antigo Peru. 

É fã de esportes? Vá até o Parque Antonio Raimondi para conhecer um dos melhores pontos para paragliding. Ali você terá a chance de sobrevoar as falésias que são um dos maiores símbolos da cidade. Se estiver interessado em boas compras de souvenirs, siga até o Mercado Índio e encontre belas e coloridas peças, como cachecóis de lã de alpaca e ítens de prata.  No tradicional distrito de Miraflores você encontrará além de bons restaurantes com culinária de diversas regiões do país, e o sítio arqueológico de Huaca Pucllana, considerado um dos mais importantes centros cerimoniais da cultura de povos pré-hispânicos no Peru. Você certamente ficará impressionado pela construção piramidal de 25 metros de altura do local! 

Outro destino interessante em Lima, porém menos badalado, é a Huaca Hualluamarca, pirâmide que funcionou como centro religioso, moradia e até cemitério para o povo pré-inca que ali habitava. 

Lima tem seu charme, mas Cusco provavelmente é a cidade mais procurada pelos turistas no Peru. Não por acaso: a cidade, declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco, também serve de base para quem visita Machu Picchu. Em Cusco, o passeio começa no templo Koricancha, antigo palácio inca e principal centro de culto ao Deus Sol. Ali, muito tempo depois, a ordem dos Domínicos construiu uma maravilhosa igreja que ainda permanece no lugar. Visite a Praça de Armas e a Fortaleza de Sacsayhuaman, construção inca conhecida pelos enormes muros de pedra talhada. A fortaleza está localizada em um lugar estratégico: sobre uma colina, de onde você terá uma visão panorâmica da cidade. No bairro artístico de San Blas você encontrará artesãs tecelando as vestimentas coloridas típicas do país.

Na região de Cusco está o Valle Sagrado dos Incas. Ali repousam os sítios arqueológicos de Qenko e Puca-Pucará, importantes centros incas religiosos e administrativos. 

A região do Vale Sagrado vale a pena uma pernoite, já que com suas montanhas e o rio que margeia toda a região, remete à Suíça. Se tiver tempo e o desejo for relaxar, sugerimos duas noites na região.

Em Machu Picchu, a "Cidade Perdida dos Incas", você terá memórias inesquecíveis. Desde que o arqueólogo norte-americano Hiram Bingham descobriu a cidade em 1911, Machu Picchu tem habitado o imaginário de viajantes do mundo inteiro. Machu Picchu, aliás, significa "Montanha Velha" em quechua, a língua do povo inca. A cidade era formada por santuários, canais de água e terraças sobre o topo de uma montanha. Tudo isso construído com grandes blocos de pedra e sem usar qualquer tipo de argamassa. É mesmo impressionante!

Machu Picchu era ligada a outras cidades do império inca por 30 mil quilômetros de estradas chamadas Qhapaq Ñan. Atualmente, a trilha mais popular e percorrida por viajantes do mundo inteiro é a Trilha Inca, que liga Cusco a Machu Picchu. São cerca de 43 quilômetros de trilha pavimentada com rochas. Quer ter uma visão ainda mais privilegiada da cidade inca? Suba até Huayna Picchu - se tiver coragem, claro. 

Nazca é outro destino que fez o Peru ganhar fama mundo afora. As linhas de Nazca, acredita-se, foram criadas por um povo pré-inca entre 450 e 600 a.C.. O lugar carregado de mistério ainda foi  declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Uma vez que não é possível explorar a região a pé, o melhor a ser feito é contratar um passeio de avião para sobrevoar a região. 

Próximo destino: Paracas, uma Área Natural Protegida. Além de abrigar uma fauna rica, a área ainda possui sítios arqueológicos da cultura pré-inca Paracas. Nas praias da região é possível acampar (com autorização prévia), praticar mergulho, observar aves e praticar pesca esportiva. O lugar ainda oferece uma boa variedade de hotéis luxuosos e cinco estrelas.

No norte do Peru está Chiclayo, cidade que pode servir de base para explorar a região. Lá, não deixe de conhecer o Museu Tumbas Reales de Sipán, onde estão os restos mortais do governador moche batizado de Senhor de Sipán. Em Ferreñafe está o Museu Nacional Sicán, com uma exposição bem didática sobre o tema. Na região de Chiclayo não deixe de provar o king kong, um doce que lembra o alfajor e possui  recheio de manjar branco, amendoim e abacaxi.  

O eixo que liga Chiclayo à cidade de Trujillo guarda os principais templos e construções das culturas moche (mochica), chimú e sicán (lambayeque), que viveram na região antes do domínio inca. Trujillo, aliás, foi uma das primeiras cidades fundadas pelos espanhóis na América do Sul. Conheça as Huacas del Sol y de la Luna (complexo arqueológico do que um dia foi a capital da cultura moche entre os séculos 1 e 7 d.C.), o complexo El Brujo e a cidade de barro Chan Chan, que carrega o título de Patrimônio da Humanidade pela Unesco. 

Arequipa, por sua vez, é uma cidade especial localizada no sul do país. Contrastante e localizada em uma área desértica, Arequipa possui picos nevados, os cânions mais profundos do planeta, vulcões, praias e enseada. É o destino ideal para apreciadores de civilizações antigas, colecionadores de artesanato, para quem é adepto de banhos termais, amantes de montanhismo, canoagem, trekking e esportes de aventura.

Na cidade, visite a Catedral, datada do século 18, de estilo neoclássico e construída com pedras vulcânicas, que está posicionada bem na Praça de Armas. A Igreja e Complexo da Companhia renderão belas fotos. As edificações do século 17 abriga em seu interior  mais de 60 telas da Escola Cusquenha, de artistas como Bernardo Bitti e Diego de la Puente. Há ainda o Monastério de Santa Catarina e a Igreja e Convento de Santo Domingo que valem a visita. Apreciadores da escrita de Mario Vargas Llosa não podem deixar de conhecer a casa onde o escritor peruano nasceu, que conta de maneira lúdica a história do ganhador do Nobel de Literatura.

Fora da cidade, prepare-se para explorar cenários mágicos, como o vulcão Misti. 5.825 metros acima do nível do mar, o vulcão é o principal cartão-postal de Arequipa. Do alto de seu cume é possível avistar a cidade de Arequipa, o vale do rio Chili e os vulcões Chachani e Pichu Pichu.

Puno é uma cidade que geralmente está no roteiro de muitos viajantes. E não por acaso: localizada na margem do Lago Titicaca, Puno pode servir como base para quem deseja visitar a Isla del Sol e Copacabana, ambas na Bolívia. Conheça as ilhas flutuantes dos Uros, também chamados “O Povo do Lago”, construídas com capas de junco e que servem como moradia e centro de comércio para os nativos que transitam em balsas construídas artesanalmente. Localizado às margens da lagoa Umayo, o Complexo Arqueológico de Sillustani é famoso pelas “chullpas”, torreões de pedra circulares construídos para abrigar os restos funerários das principais autoridades dos antigos habitantes do Collao.

Mais informações sobre o Peru
Moeda: Novo Sol (PEN)
Língua:  Espanhol
Melhor época:  As melhores épocas para visitar o Peru são durante a primavera e o outono. No inverno, o clima é seco - mas, acredite, é melhor encarar o frio do que os aguaceiros do verão! No litoral peruano, chove pouquíssimo e as variações de temperatura entre inverno e verão não são muito significativas.

POR QUE VIAJAR PARA
PERU?
•  Rica culinária, com diferentes ceviches e pratos a base de milho e batata
•  Sítios arqueológicos que guardam vestígios de povos milenares, como os incas
•  Há ótimas regiões para birdwatching
•  Praticar esportes de aventura, como montanhismo na cordilheira e sandboard nas dunas litorâneas
•  O artesanato peruano, rico em cores e formas geométricas
•  Relaxar nas hot springs
•  Conhecer as paisagens cênicas peruanas durante passeios em trens de luxo
Solicite um
Orçamento
e viaje para Peru!
Conheça os melhores roteiros para Peru
Cusco com Skylodge
5 dias / 4 noites
Transporte: Terrestre
Visitando: Cusco, Vale Sagrado, Águas Calientes
Um roteiro repleto de aventura e emoção! Não perca a incrível sensação de dormir sob o céu estrelado em um... [mais detalhes]
Magia Inca
05 dias / 04 noites
Transporte: Terrestre
Visitando: Cusco, Vale Sagrado
Cusco é uma cidade formada por monumentos e relíquias históricas, com mitos e lendas que parecem renascer ... [mais detalhes]
Peru em Alto Estilo
09 dias / 08 noites
Transporte: Terrestre
Visitando: Lima, Cusco, Vale Sagrado, Águas Calientes, Puno
Um dos países mais exóticos da América do Sul. Terra milenar que foi território do Império Inca. Hoje tem ... [mais detalhes]
© Raidho Viagens 2018 - Todos os direitos reservados
sites • lojas virtuais • sistemas